quarta-feira, 6 de abril de 2016

CLUBE FLAMENGO – AFINAL, ARENA OU ESTÁDIO?


Atualização em 10/04/2016 - Afinal, o que quer o Clube Flamengo?

Prédio pertencente ao Clube de Regatas Flamengo, Avenida Rui Barbosa, Flamengo
Foto: Internet

Quase exatamente um ano após publicarmos NO FLAMENGO e DO FLAMENGO – MORADIA, HOTEL, ABANDONO e INVASÃO - AI QUE EDIFÍCIO COMPLICADO! uma pequena nota publicada no jornal O Globo (coluna Ancelmo Gois 03/04/2016) traz o prédio situado na Avenida Rui Barbosa assunto de volta a este blog:



Flamengo quer vender prédio no Morro da Viúva para construir estádio

Toque rápido

O Flamengo sonha em vender o prédio no Morro da Viúva, no Rio, por uns R$ 160 milhões. O desejo do clube é usar o dinheiro para construir um novo estádio, na Gávea, para 40 mil pessoas.

 

O prédio “complicado” continua abandonado. Para quem não acompanhou o caso, o imóvel pertencente ao Clube Flamengo foi concedido com encargos ao empresário Eike Batista – uma espécie de longuíssimo aluguel – e nele seria instalado um hotel, parte do pretendido “triângulo da EBX”, formado com o também abandonado e destruído prédio do Hotel Glória, e a Marina da Glória, onde seria construído um complexo comercial com centro de convenções.

Como se sabe, os empreendimentos não foram adiante. O belíssimo Hotel Glória, virou criadouro de mosquitos aedes-aegypti; na Marina da Glória foi feita outra obra, não obstante as ações judiciais quecontinuam em curso; no prédio do Morro da Viúva - cujo dono teve dívida de cerca de R$1.000.000,00 perdoada pela Prefeitura – houve o despejo dos antigos moradores, invasão por pessoas auto-declaradas sem-teto, igualmente retiradas, e o anúncio de venda a um grupo hoteleiro.

A nota revela mais do que a venda pretendida em si: remete ao terreno do Clube Flamengo, onde há o rubro-negro pretendia erguer um estádio de médio porte – conforme amplamente noticiado – intenção modificada para projeto de uma arena para 4.000 lugares (v. lista de postagens neste Urbe CaRioca abaixo).

No final de março, porém, a hipótese sobre o estádio voltou (OG, 18/03/2016 - Fla negocia construção de ‘estádio-butique’ na Gávea ou em outro local), segundo o mesmo jornal, com o apoio do governador do Estado do Rio de Janeiro, na Gávea ou não, provisório ou não.

Se o prédio que fica na Avenida Rui Barbosa for mesmo vendido pela enorme quantia pretendida, o clube poderia devolver aos cofres públicos o valor do IPTU perdoado e os impostos e taxas porventura dispensados quando aprovado o hotel do Sr. Eike, tudo devidamente corrigido.



Imagem: Internet

Favela das Dragas, Clube Monte Líbano, AABB, Favela da Praia do Pinto, Clube de Regatas do Flamengo
Imagem: Blog Foi um Rio que Passou

Quanto à Arena ou Estádio, causa imensa preocupação a escolha da Gávea, local situado em entroncamento com intenso fluxo de tráfego e permanentes engarrafamentos, o que não havia quando o campo de futebol foi construído, nem no tempo da favela da Praia do Pinto, quando nem mesmo as pistas para veículos contornavam a Lagoa Rodrigo de Freitas por completo.

Resta saber se no olímpico ano de 2016, com tantos equipamentos esportivos disponíveis no Rio de Janeiro, e com as sabidas dificuldades financeiras para a manutenção de estádios, sejam de pequeno, médio ou grande porte, aventar tal possibilidade.


Afinal, o que quer o Clube Flamengo, uma arena ou um estádio? 4.000 ou 40.000 pessoas?


Urbe CaRioca




27/05/2015 - O PRÉDIO DO FLAMENGO, OUTRA VEZ

29/07/2015 - CLUBE FLAMENGO – A ARENA DESTRAVADA

11/09/2015 - CLUBE FLAMENGO - ARENA ESTÁ A CAMINHO

14/03/2016 - NOTAS – METRÔ x VLT, HOTEL GLÓRIA, PAINEIRAS, ESTÁDIO DE REMO E CLUBE FLAMENGO 





6 comentários:

  1. Sao duas coisas absolutamente distintas.
    A arena (McFla) construída pelo McDonald's ja tem toda a documentação aprovada (IPHAN, CET-RIO, BOMBEIROS E MAIS 450 LICENSAS), o processo esta concluído so restando construir mesmo. Se trata de uma arena poliesportiva... sera usada mais pelo basquete do Fla e sera construido nolugar do tal posto... historia longa. O estadio e outra história... na verdade ele ja existe. Caso o Flamengo consiga a liberação se trataria de uma expansão do que ja existe na gavea.
    A maior dificuldade e politica, e nao so por ser na gavea... o que ja e um problema, mas pq se o Flamengo constrói um estádio no rio... onde quer que seja inviabiliza o Maracana que deixa de ser rentável sem a torcida do Flamengo... o governo do Estado vai mantendo o flamengo refem. COVARDIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Brito,
      Obrigada pelo comentário. Entendo, então, que o clube Flamengo pretende construir dois equipamentos: a Arena e o Estádio. Acredito que o terreno onde funcionou o posto de gasolina seja pequeno para comportar a Arena, conforme croquis disponíveis na internet. Quanto a já existir um Estádio não posso concordar. Existem apenas a arquibancada, ao que parece sem uso há muitos anos, e o campo.

      Excluir
    2. Se o terreno onde funcionou o posto não comportasse a futura Arena, o clube não conseguiria tantas licenças, como a da CET-RIO que é considerada a mais importante.

      Excluir
    3. Prezado Carlos,
      Obrigada pelo comentário.
      Durante minhas atividades profissionais quando pertencia aos quadros d Prefeitura do Rio tive a oportunidade de conhecer inúmeros projetos de médio e grande portes. Jamais vi a CET_Rio negar um só deles. Ao contrário, exigia-se sempre um grande número de vagas, o que poderia ser contraproducente, conforme cada caso, atividade, atraindo mais veículos para o local. Um bom exemplo foi o Lagoon, onde cometeram o absurdo de destinar o belíssimo espaço ao longo da orla para vagas de veículos, ofendendo a beleza do lugar com uma verdadeira parde de automóveis. Cet-Rio já foi apelidada Companhia de Engarrafamento do Tráfego, infelizmente.

      Excluir
  2. Não vi esse estardalhaço todo quando da construção do Shopping Leblon em frente à outro já existente. Tem um fluxo de gente diário enquanto um estádio ou arena no máximo 2 vezes por semana. Deviam investigar os interesses na época

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Ricardo,
      É uma boa questão. Se quiser pesquisar a respeito e escrever um artigo, por favor mande pelo e-mail do blog para análise. Um abraço.

      Excluir