quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

A ARQUIBANCADA - DITA PROVISÓRIA - NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS



Internet

Na reportagem Arquibancada móvel na Lagoa subiu no telhado (OG on line 04/01/2015) o jornalista usa a expressão de piada recorrente, para informar que talvez a construção não seja mais feita, por falta de dinheiro.

A ser verdadeiro o motivo, a falta de recursos públicos fez bem neste caso, pois o projeto nem deveria ter sido cogitado!

A obra que se pretende erguer sobre as águas da Lagoa Rodrigo de Freitas maculará permanentemente, e ainda mais, a paisagem magnífica que vem sendo entregue à cidade gradativamente desde a retirada de construções irregulares que ocupavam a beira d’água, a fixação dos limites da orla e dos clubes Caiçaras e Piraquê – impedindo novos aterros - a construção do Parque da Catacumba, e a criação de uma ciclovia. 

Infelizmente a torre gigantesca construída ‘pra Olimpíada’ – de fato um edifício - é uma aberração, e o trambolho provisório-permanente sobre a segunda arquibancada permanece lá há alguns anos.

A propósito, a área livre sob a arquibancada principal do antigo Estádio de Remo (arquibancada que foi desativada para construção do complexo Lagoon) está sendo mais e mais ocupada a cada dia, aos poucos impedindo a desejada integração espacial e visual entre a chegada e a Lagoa.

Obs. Caso surja algum recurso, que seja usado nos hospitais do Estado, em situação só não mais precária do que a população desassistida.

Urbe CaRioca

Foto: Urbe CaRioca, outubro/2014

Foto: Urbe CaRioca, outubro/2014


Postagens a respeito, neste blog:

26/03/2013 - O TRAMBOLHO NA LAGOA

 15/10/2014 - LAGOA RODRIGO DE FREITAS – O REMO E OS TRAMBOLHOS PROVISÓRIOS PERMANENTES

A imprensa publicou reportagem ampla sobre o projeto para construir arquibancadas sobre o espelho d’água da Lagoa Rodrigo de Freitas – Bem Cultural Tombado – e informou que o caso está sendo questionado pelo MPRJ (OG 19/10).

21/11/2014 - LAGOA RODRIGO DE FREITAS – COMUNICADO DO MOVIMENTO S.O.S. ESTÁDIO DE REMO

10/07/2015 - ENTRE BANCOS, PLACAS, TRAMBOLHOS, UFAs E REMOÇÕES... DE PESSOAS

13/07/2015 - AS ARQUIBANCADAS FLUTUANTES NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS

12/02/2015 - LAGOA RODRIGO DE FREITAS, AINDA OS TRAMBOLHOS E OS JOGOS

07/04/2015 - LAGOA RODRIGO DE FREITAS E O REMO OLÍMPICO - ENTRE TRAMBOLHOS E LITÍGIOS

“Guilherme, enquanto isso, sofria porque a família inglesa não se mostrara entusiástica com sua primeira semana de regatas em Kiel. No fim das contas, Jorge acabou comparecendo com relutância às comemorações absurdamente dispendiosas (uma ilha foi construída no meio de um lago nas proximidades de Hamburgo, por apenas uma semana, para o banquete de gala que Guilherme ofereceu a seiscentas pessoas), mas anunciou sem rodeios que não poderia aceitar títulos honoríficos.”

Trecho de Os Três Imperadores, ou The Three Emperors de Miranda Carter, 2009
Guilherme: William II, Imperador da Alemanha, 1859-1941
Jorge: George V, Rei da Grã-Bretanha, 1865-1936


Nenhum comentário:

Postar um comentário