segunda-feira, 23 de novembro de 2015

SOBRE O PARQUE DAS BENESSES URBANÍSTICAS

Em 2014 - PARQUE DAS BENESSES URBANÍSTICAS GARANTE A PRIMEIRA: O BALNEÁRIO

Caros leitores,

A propósito de algumas declarações ocorridas durante a inauguração do famigerado Campo de Golfe dito Olímpico, na postagem cujo link está copiado abaixo constam análises sobre o mencionado novo parque, o chamado "Parque das Benesses Urbanísticas". Saibam porquê no primeiro artigo, publicado exatamente há três anos neste blog.


Reiteramos que o novo parque prometido não tem absolutamente nenhuma relação com a obra do Campo de Golfe construído em Área de Proteção Ambiental, levando à retirada de 450.000,00 m2 do Paraue Municipal Ecológico Marapendi e não de apenas 58.000,00 m2 como é sistematicamente repetido pelo sr. Prefeito do Rio nas reportagens veiculadas pela grande imprensa e em dossiê que foi apelidado "dossiê das falácias".

Além disso a também mencionada transferência de potencial construtivo acarretará o aumento do número de andares em diversos trechos da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, o que, evidentemente, não é informado ao público: fica nas entrelinhas das novas leis urbanísticas aprovadas.

Boa leitura.


Urbe CaRioca








Área retirada do Parque Municipal Ecológico Marapendi, reserva ambiental integrante da Área de Proteção Ambiental Marapendi, para a construção de um Campo de Golfe: aproximadamente 450.000,00 m², ou, 45 ha. 

Nessa medida está incluída a parte de 58.000,00 m² doada ao antigo Estado da Guanabara, portanto área já tornada pública e pertencente ao Parque.

A obrigação de que o empreendedor dos condomínios Riserva também passasse o restante da área para a Prefeitura, como parte do processo de licença de construção, foi dispensada, bem como o encargo de construir a Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, em mais benesses urbanísticas prejudiciais à cidade com a qual proprietários do terreno e construtores foram agraciados, entre outros favores, por exemplo, transferência de potencial construtivo e aumento de gabaritos de altura dos edifícios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário