sábado, 1 de novembro de 2014

PROTESTO CONTRA O CAMPO DE GOLFE NA RESERVA, OUT./2014


"Em conta muito simples é possível afirmar que, não fossem os impressionantes votos contrários - o que não ocorreu com nenhuma outra ideia apresentada pelos cariocas, a proposta seria a SEGUNDA mais votada, atrás dos ‘Cestos Ecológicos’, que, sem entrar no mérito de sua eficácia ou viabilidade, é repetição de uma ideia lançada na Rio +20, e objeto de enorme mobilização nas redes sociais. Voltaremos ao tema."

Trecho de 

SEMANA 20/10/2014 a 25/10/2014 – RELATOS SOBRE O CASO DO GOLFE, E MAIS DÚVIDAS SOBRE O ÁGORA RIO




ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DO PARQUE NATURAL MUNICIPAL DE MARAPENDI

É possível observar a descontinuidade da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, antiga Via 2 do Plano Piloto - uma Via Parque sinuosa -, bem como das demais ruas situadas entre esta e a Avenida das Américas, que deixarão de ser implantadas conforme previsto no desenho urbano da Barra da Tijuca desde os anos 1960, para a construção de um campo de golfe dito 'olímpico', nada além de um gigantesco empreendimento imobiliário travestido de "equipamento olímpico e público".
Imagem: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro



Atualização em 06/11/2014:
Pedimos desconsiderar o trecho abaixo, destacado com a cor amarelo, pois afirmação foi um equívoco por parte do blog, já explicado em
ÁGORA RIO - AS DESCULPAS DO BLOG E OS VOTOS NEGATIVOS o que, entretanto, não invalida a expressiva quantidade de votos negativos recebidos em curto espaço de tempo, o que não ocorreu com nenhuma outra das 378 propostas enviadas o Desafio Ágora.
Urbe CaRioca


___________

No último dia 25 de outubro ocorreu mais uma manifestação do Movimento Golfe para Quem? que reuniu um grupo de defensores da reserva ambiental de MARAPENDI, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, em frente ao terreno onde está sendo construído um Campo de Golfe dito 'olímpico', como parte de um gigantesco empreendimento imobiliário. Para obter a área de terras necessária para receber as tacadas olímpicas em 18 buracos, a prefeitura do Rio de Janeiro e a Câmara de Vereadores modificaram o zoneamento urbanístico e ambiental de parte da região, eliminaram uma parte do Parque Ecológico que vem sendo implantado há mais de três decadas, eliminou trecho da via parque que contorna a Lagoa de Marapendi, transferiu potencial construtivo, e concedeu ao particular áreas públicas doadas ao município por força de lei.

Enquanto isso, nas últimas semanas a proposta deste blog ao projeto chamado Desafio Ágora, também da Prefeitura - PRESERVAR O PARQUE ECOLÓGICO MUNICIPAL MARAPENDI ÍNTEGRO, obteve votação expressiva entre mais de 370 ideias apresentadas, e é uma das mais comentadas. Alguns questionamentos apontados pelo Urbe CaRioca foram resolvidos (pesos diferentes na contagem de votos positivos e negativos, por exemplo).

Apesar das muitas surpresas desagradáveis, ainda é possível votar pela salvaguarda do parque.

Acessar o link abaixo e votar preferencialmente através da rede social Facebook, por ser mais fácil é rápido do que pelo cadastro do sistema que, como já mencionamos, 'afasta o mais paciente carioca'.

https://desafioagorario.crowdicity.com/post/62170

V. vídeo da manifestação e NOTA explicativa.

URBE CARIOCA


Youtube


NOTA: O primeiro artigo publicado no blog é de Nov./2012, antes da aprovação e sanção da lei perniciosa que eliminou parte do parque ecológico (trecho destinado ao parque ainda por implantar e trecho já constituído área pública, doada ao antigo Estado da Guanabara pelo Sr. Holofernes e sua esposa. Contém histórico e mapas que explicam também a eliminação de trecho de uma "avenida parque", a antiga Via 2 projetada no Plano Piloto para a Baixada de Jacarepaguá, atual Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso.


Zoneamento Ambiental - 1993



2 comentários:

  1. Valeu Andrea, excelente iniciativa este projeto. Tomei a liberdade de colar o link do vídeo no meu blog. Dá uma sacada lá e conte comigo para próximas manifestações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tupàn. Tomara que tantas opiniões e manifestações sensibilizem os nossos gestores para que enxerguem o enorme equívoco que estão cometendo. Ab.

      Excluir