quinta-feira, 13 de novembro de 2014

PRÉDIOS CARIOCAS: VALOR CULTURAL E VALOR COMERCIAL, EIS A QUESTÃO

Entre os prédios mostrados abaixo, construções feitas especialmente para receber CINEMAS na cidade do Rio de Janeiro, quais foram considerados ou desconsiderados como detentores de valor cultural para memória urbana viva da cidade? Quais foram recentemente tombados ou destombados? Resposta mais adiante.


1

2
3

4

5

6



Dessas construções - que abrigaram ou ainda abrigam antigos cinemas em bairros cariocas - uma foi alvo de grande polêmica noticiada pela imprensa e analisada em várias postagens neste blog.

A seguir as mesmas imagens com indicação dos locais respectivos e os valores para compra e venda de imóveis conforme o bairro.



1 - Cine Vaz Lobo – Estrada Vicente de Carvalho nº 4 – Vaz Lobo
R$3.366,00/m² (Madureira) e R$3985,00 ( Irajá)
Imagem: Guilherme Leporace - Fonte: Skyscrapercity set. 2014


2 - Cine Bruni Méier – Rua Amaro Cavalcanti nº 105 – Méier
R$5.299,00/m²
Imagem: Sérgio Lima, 1989 - Fonte: Agência O Globo

3 - Cine Para Todos – Rua Arquias Cordeiro nº 350 – Méier
R$5.299,00/m²
Imagem: Blog Cine Poeira - sem autoria

4 - Cine Cachambi – Rua Cachambi nº 345 – Cachambi
R$5.412,00/m²
Imagem: Google Street View, ago. 2014

5 - Cine Campo Grande – Rua Campo Grande nº 880 – Campo Grande
R$3.223,00/m²
Imagem: Google Street View, set. 2014


6 - Cinema Leblon – Avenida Ataulfo de Paiva nº 880 – Leblon
R$25.075,00/m²
Imagem: Internet


Agora o caro leitor já tem pistas, nem precisa de um Brainstorm no Escuro. Mais algumas:

Os cinco primeiros foram tombados no mês de setembro pelo Decreto nº 39232/2014. O Cinema Leblon foi destombado, também no mês de setembro, pelo Decreto nº 39161/2014.

O valor médio para compra e venda de imóveis por metro quadrado indicado nas legendas foi obtido no site Agente Móvel e corresponde à última semana de setembro/2014.

O que prevaleceu nos decretos citados? O valor cultural dos imóveis ou valor comercial do terreno?

Resposta à pergunta inicial: nº 1 a 5 - tombados; nº 6 - destombado

Com a palavra, o carioca.


Urbe CaRioca

CINEMA LEBLON
Imagem: Urbe CaRioca, Junho 2014

4 comentários:

  1. Olá, TODO APOIO A CONSERVAÇÃO DOS CINEMAS DE RUA DE NOSSA CIDADE!!! Cada cinema de rua é um documento histórico, um pleno suporte de memórias coletivas de várias épocas, portanto seu valor cultural é imenso... infelizmente vários grupos, sem percepção do interesse coletivo, ainda não acreditam no valor agregado que todos estes patrimônios possuem. Nós, cariocas, devemos nos unir para preservá-los, e reverter interesses especuladores que individualizam a nossa cidade. Celeste Huguenin, participante do Movimento Cine Vaz Lobo: Preservação, Cultura e Memória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Celeste,
      Obrigada pelo comentário e parabéns pelo Movimento Cine Vaz Lobo. Gostaria de enviar um artigo a respeito, para publicação no blog? Para entrar em contato pelo e-mail - urbecarioca@gmail.com
      Ab.
      Andréa

      Excluir
  2. Gostaria, se possível, fotos e a história (data de inauguração e fechamento) do antigo (+- década de 20) Cine Meyer (ou Mayer), que depois mudou o nome para Bruni Méier, no bairro do Méier.....desde já obrigada!!!

    ResponderExcluir
  3. Prezada Brígida,
    Esses dados certamente constam na ficha de tombamento do Cine Méier, no setor de Patrimônio Cultural da Prefeitura. Caso não encontre on line sugiro que telefone para o setor e peça a informação. Um abraço.

    ResponderExcluir